Tag

anos 60

Das Antigas

large

WAZAP MANAS! Vamos tentar reativar esse blog que foi deixado às moscas? VAMOS SIM. E nada melhor que uma playlist bonitona e cheia de história pra melhorar uma segunda-feira marromenu, né não?

Nesses últimos tempos só tenho escutado música pop barra rap e afins, mas dei uma enjoada boa das mesmas batidas de sempre. Não sei se vocês tem a mesma impressão, mas apesar de amar de paixones as Rihannas e Drakes da vida, parece que tudo que se cria no universo musical hoje em dia é mais do mesmo.

large-3

Uma coisa é fato: a mídia bombardeia a gente o tempo todo com músicas novas e de consumo rápido, por isso, muitas vezes a qualidade das mesmas é duvidosa. Outro fato é que as músicas das décadas passadas eram produzidas com mais calma e carinho, coisa que muito me agrada.

Lembrando disso, recorri então pras minhas boas e velhas playlists de músicas antigas (amo principalmente as da década de 60 e 70), que mesmo depois de tanto tempo passado, nunca perdem a magia <3 Vim compartilhar algumas das minhas favoritas com vocês.

Espero que curtam e não se esqueçam de deixar sugestões pra eu incluir na playlist caso sejam fãs das antiguinhas também! Besos.

O Antes e Depois de Mallu Magalhães

Ela começou a aparecer aos 15 anos, postando músicas no Myspace e fazendo shows em clubes alternativos em São Paulo. A menina esquisitinha que cantava em inglês fez o maior sucesso, mas com a fama sempre vêm os pesares. Ela foi massacrada pela mídia durante muito tempo, e os motivos eram claros: “Mallu namora um cara 15 anos mais velho.”, “Mallu parece um menino feio.”, “Mallu não fala coisa com coisa.”, “Qual o problema dessa menina?”.

Agora, com 19 anos, Mallu virou Cinderela e sambou na cara da sociedade usando seu sapatinho de cristal! Marcelo Camelo, o desde então namorado inseparável de Mallu, “te pegou no colo, te deitou no solo e te fez mulher”, HAHAHAHA. É engraçado, mas é a mais pura verdade! A mudança física e postural da Mallu foi gradativa e demorou um pouco pra acontecer, mas valeu a pena, heim Marcelão? Agora não tem menina que não queira ser Mallu, e não tem menino que não queira ter uma Mallu pra si. Bora ver mais fotos da transformação?

Mallu fazia uma versão lésbica, gorda e bigoduda do Justin Bieber. Não passava maquiagem, não se importava com o cabelo e usava as roupas mais exóticas possíveis. E aí…

… ela cresceu 20 cm, ficou magra que nem um palito, e se transformou em uma boneca dos anos sessenta! De amoeba desproporcional à musa inspiradora! Malluzinha é a maior prova de que tudo depende de visão de estética. Se você usar roupas legais, fizer um bom corte de cabelo e encontrar uma maquiagem que te valorize, você pode se transformar completamente também! Não precisa de um Dia de Princesa no programa do Netinho, só de inspiração! Ah, e não se deixem levar pelas aparências: às vezes sua fada madrinha pode estar disfarçada de Marcelo Camelo.

Quando eu crescer, quero ser igualzinha à Mallu Magalhães: velha, louca e linda!