Você buscou por:

luisa xavier

DIY: Camiseta de Caveira Vazada – Por Luísa Xavier

ps2

Oi gentem bonita! Bem, como eu já falei no post anterior eu amo de paixão <3 customizar minhas roupitchas. Recebi sugestões de ensinar DIY’s que também interessassem aos meninos, então pensei bastante, pesquisei também, e achei que fazer o tutorial de camiseta com caveira vazada seria uma boa pedida! A estampa de caveira simplesmente está reinando há algumas estações, e, na minha humilde opinião, é atemporal. Se você não gosta, dá pra substituir por algum desenho que você ache mais interessante. Ainda nessa pegada rocker/punk eu já vi camiseta com desenho de costela vazado e é simplesmente SENSACIONAL. Já to falando demais, então acho melhor ir logo ao nosso ponto que é facim facim:

Neste trabalho eu precisei de uma camiseta branca (que não está na foto por que sou retardada), um lápis 6b (ou uma caneta lavável), uma caneta bic azul, tesoura pra cortar tecido (não pode ser tesoura ferradinha não, por que sua caveira pode se tornar a baleia do Nissim Ourfali em um piscar de olhos) e um papelão, cartolina dura ou qualquer outro material mais resistente pra você colocar dentro da camiseta na hora de começar a cortar, e impedir que você acabe rasgando a frente da camiseta.

Primeiramente: o molde (figura 1, abaixo). Sim, você precisa de um molde, a menos que você seja um ilustrador profissional que tenha habilidade pra cortar automaticamente seu desenho mental. Eu procurei muito na internet, mas não achei nenhum que me agradava. Solução? Eu fui lá e desenhei o meu em papel de ofício (juntei duas folhas de A3) utilizando a bic azul linda . Você pode fazer no computador também, e imprimir. Se sua camiseta for branca, ou de tecido mais claro e malha fina, como a minha, você pode apenas colocar o desenho da caveira dentro da blusa, por que a imagem vai transparecer pelo tecido (figura 2, abaixo). Daí é só você pegar seu lápis e ir contornando o molde nas costas da camiseta. (Não sei se vocês perceberam, mas eu optei por aumentar os olhos na hora de passar o desenho pra camiseta. Você também pode e deve fazer alterações na estampa, se achar que fica melhor). P.s.: Minha camiseta é escura/tem malha grossa, e agora? Bem, neste caso, eu faria o seguinte: pegaria o meu molde e cortaria a estampa, deixando a caveira vazada no papel. Feito isso, eu colocaria meu molde vazado em cima da camiseta e com giz branco (de quadro negro) eu “preencheria” a parte vazada no tecido. Deste modo, a estampa ficaria no tecido através do giz. Uma outra idéia é passar o desenho utilizando transfer.

Certo, desenho passado pra camiseta. (figura 3) Mãos à obra! Mas não se esqueça de introduzir seu papelão/cartolina, etc. no meio da camiseta, porque acreditem, acontece muito de acabarmos cortando o outro lado da blusa. Ter um “separador” é fundamental! Agora prepara a coluna e a mão, minha querida, que vamos começar a recortar. Essa etapa é tranqüila, mas meio cansativa. Eu aconselho a cortar buracos sempre um pouco menores (cerca de 1cm) que no desenho, e depois você conserta e aumenta se achar que precisa. É necessária uma atenção redobrada na hora de cortar os “dentes”. Como eles ficam muito próximos apenas um fio de tecido fica entre eles, mas se esse fio for muito fino ele fica muito frágil, e com o tempo acabará rasgando. Procure deixar um espaço legal entre todos os “buracos” do seu desenho. FIM! Sua camisa está lheeenda, bela e pronta para ser usada. Nunca é demais lembrar que essa camisa é SUPER FRÁGIL, então cuidado ao lavar, guardar e andar em multidões. Você pode usá-la com um top legal aparecendo, uma outra camiseta por baixo, ou sem nada (eu utilizo o meu Um Bra dygno – aquele soutien de silicone que deixa as costas nuas).

Pra finalizar, vim mostrar pra vocês 4 opções de looks diferentes com a camiseta. Só pra deixar claro, a estampa vazada fica nas COSTAS da minha blusa, mas pra ficar mais fácil de visualizar, deixei a estampa em evidência em todos os looks. (afinal, não ia ter graça mostrar a frente da blusa branca lisa). E vão desculpando qualquer coisa pelos sets, mas eu nunca tinha montado um! Kkkkkkkkkkkk, achei legal a idéia, e acho que todo mundo perdoa blogueira de 1ª viagem, né

Curtiu? Achou o DIY útil? Qual dos looks vocês preferiram e usariam? Conta pra gente! Deixa resposta nos comentários ou me conta pelo twitter! Quer saber da onde é alguma peça dos looks? Pode perguntar também! Então é isso galera, um beijo no coração! Espero que vocês tenham gostado da nossa camiseta de caveira e já estejam correndo pra fazer a de vocês. Eu to simplesmente IN LOVE FOREVER com a minha e a gente não para de se beijar. <3

Desejos de Ano Novo – Por Lu Xavier

tumblr_lu5dvvkQ2S1qgjhr2o1_500_large

Então chega a esperada véspera de Ano Novo. A maioria das pessoas fazem uma lista de objetivos e metas a se concretizar no ano que se inicia, mas eu nunca fui exatamente como a maioria. Como o meu negócio é mais prosa e poesia, eu optei por cada fim de ano escrever uma carta para mim mesma daqui a um ano. Uma carta da Luísa do Natal de 2012 pra Luísa do Natal de 2013. O legal da história é que todo natal eu abro a carta que eu escrevi pra mim no ano passado, me divirto bastante, me surpreendo, e fico inspirada pra escrever a carta pra a face de mim que ainda está por vir. Por isso, vou dividir com vocês como é que funciona mais ou menos o conteúdo dessas correspondências endereçadas ao tempo.

“E ai, tudo bem com você? Comprou uma agenda legal dessa vez? Aliás, conseguiu usar uma agenda o ano inteiro? A gente sabe que esse nunca foi um dos seus fortes… E a academia, por quantos meses aguentou sem começar a faltar loucamente? Eu espero, do fundo do meu coração, que neste ano de 2013 você tenha desencanado. Abstraído e, compreendido que no fundo, que toda mulher quer perder ou ganhar 2 quilinhos. Espero que quando você tenha encontrado algum rosto conhecido na rua, não tenha apressado o passo ou fingido que não viu, mas puxado uma cadeira e colocado o papo em dia. Que tenha sentido saudades desse alguém que há muito não via, e que vocês tenham se perguntado ‘como nós deixamos isso acontecer?’. Desejo que ao longo do ano você tenha tido tempo pra você. Tempo pra cozinhar suas comidas favoritas, pra escrever bilhetes que nunca chegaram ao destinatário, pra ver séries repetitivas, filmes de terror e até mesmo pra tomar seus banhos demorados com o iPod no volume máximo. Espero que você tenha tido mais paciência com seu irmão menor, e ajudado mais vezes no almoço de domingo. Espero que você finalmente tenha conhecido o Rio de Janeiro, e aproveitado pra dar um beijo na sua avó em Minas. Sobre o seu intercâmbio, calculo que já deva estar bem adiantado o processo, quase pronto. E aí, seu destino continua sendo a França? E nas amizades… continua puxando papo até com o caixa do mercado? E os caixas do mercado, tem te dado trela? Quantas vezes estourou seu cartão de crédito? E o aniversário de 50 anos da mamãe… Ela estava linda como eu realmente espero que ela esteja? E o coração, em quantos pedaços foi quebrado dessa vez? E agora, neste Natal… Me diga por favor que você foi mais participativa na decoração. Que dessa vez arrumou a árvore com o maior carinho do mundo, e arranjou um tempo pra organizar o jantar com a sua mãe. Não sei se você já se esqueceu, mas o maior prazer dela é ver você aprendendo a fazer e organizar esses eventos. É uma tradição que ela faz questão de manter, e, a cada Natal, no fundo, ela está lá, suplicando pra que você tome a frente e seja a melhor anfitriã do mundo. Exatamente como ela é. Então me faça um grande favor e não me diga que você deixou tudo de última hora como fez no ano passado. Me prometa que dessa vez foi diferente. E se não tiver sido, faça ser ano que vem. Uma hora sua caixa de desculpas vai acabar. Feliz Ano Novo.

De alguém que te conhece muito bem.”

Diário de Intercâmbio

large (31)

large (31)

E ai galera lindja? Tudo bem?! Quem acompanha o blog há um tempinho já me conhece, e pra quem ta chegando agora, não tem problema, eu me apresento: Meu nome é Luísa Xavier, tenho 21 anos. sou colaboradora do R.U. e…. CHEGUE MAIS! Tava morrendo de saudades de vocês <3 (Para encontrar meus textos aqui no blog é só procurar “Xavier” na ferramenta de buscar.)

O motivo do meu sumiço repentino eu falo agora: no dia 26 de agosto, embarquei para França, onde viverei os próximos 6 meses (ou 1 ano!) da minha vida. Esse é um desejo antíguissimo que eu sempre tive, mas só agora consegui realizar. Seja por falta de organização, maturidade, coragem ou dinheiro, etc… Nunca dava certo! E nesse ano de 2014, THANK GOD, consegui ganhar na loteria e me mandar consegui colocar os “pingos nos is” e fazer o negócio andar!

E como a gente sabe que muitas das leitoras e leitores desse blog tem vontade de fazer intercâmbio, mas também tem muitas dúvidas e inseguranças, a Gi me convidou pra fazer uma espécie de diário e explicar direitinho como tudo foi feito. Vocês topam?

large (33)

Muitos dos meus amigos também estão fazendo intercâmbio, através do Ciências Sem Fronteiras. Meu curso, Direito, não foi contemplado por esse programa (vlw Dilma), e meu intercâmbio é oferecido pela minha universidade (UFBa). São dois esquemas completamente diferentes de intercâmbio, e com o tempo vou tentar explicar direitinho.

Por enquanto é isso! Adianto pra vocês que estou morando em Lyon, uma cidade no interior da França que é bem pertinha dos Alpes. Ela é cheia de estudantes (e realmente espero que isso signifique party-every-day) e conhecida por ser a capital gastronômica! *Alguém vai virar umabola*. Pra falar a verdade ainda nem caiu a ficha que estou me mudando… Mas cada vez que conto pra alguém, parece mais real, sabe?

Curtiram a ideia? Tem alguma dúvida especial sobre intercâmbio? Conta pra gente pelos comentários e vamos nos falando, ok? Nos vemos de novo semana que vem! Bisous, bisous.