cabelo-curtinho

Hoje é dia de falar de cabelooooous! Ando bastante interessada nesse assunto nos últimos tempos, afinal, vocês devem ter notado que tô com um saracutico brabo e não parei mais de mudar meu visual, hahahaha! Sempre tive o cabelo igualzinho desde pequena: comprido, com franjinha e de cor natural. Há pouquíssimo tempo atrás, o máximo que eu havia colocado de química nos fios foram algumas luzes que fiz no comprimento do cabelo.

Nesse mês que passou resolvi experimentar dois visuais completamente inusitados pra mim, e acabei aprendendo que cada tipo de cabelo, corte, cor e estilo que você escolhe exige um cuidado diferente, e tive que aprender na marra a cuidar de cada um dos estilos que experimentei, hehe.

cabelos-blog

No gráfico acima vocês podem conferir… aquelas, hahahaha! Bom, como vocês podem notar nas fotos aí em cima, em menos de um mês eu tive:

- cabelo mega mega mega comprido, de um jeito que eu nunca havia deixado crescer antes (juro que ele chegou até a minha cintura),

- cabelo médio com as pontas tingidas de azul turquesa,

- cabelo médio com as pontas tingidas de azul, mas que acabaram se transformando em um verde desbotado (e logo em seguida essas pontas ficaram completamente loiras e esquisitas, tipo como se eu tivesse tingido de loiro e entrado na piscina, hahahaha),

- cabelo curtinho e infinitamente mais saudável e chique <3

Pois é, estou amando minha mudança e agora sinto que chegou um novo recomeço para os meus cabelos *O* Quando eu estava com o cabelo super super super comprido, minha raiz tava bem oleosa e as pontas secas. Quando pintei de azul, esse efeito se multiplicou por 10. Quando desbotou, aí o bicho pegou mesmo e o horror foi multiplicado por 20. Agora, com meu mini cabelinho, tenho condições de cuidar dele do zero e possibilitar que ele cresça lindo, brilhante e saudável – se bem que eu tô gostando tanto do resultado que penso seriamente em manter assim por um teeeeempão! Hihihi.

Queria aproveitar o momento pra mandar um beijão pra linda da Babi Paiva, a responsável por esse corte maravilindo! Muito obrigada Babiiiii!

seda-blog

E bão, falei falei falei e finalmente cheguei onde queria: falar da linha Recarga Natural da Seda. Vocês sabem que essa é uma das minhas marcas capilares favoritas! Sempre indico aqui no blog, acho que os produtos deles são do tipo BBB: bom, bonito e barato. Nesse mês passado eles me enviaram esses três shampoos – que são novidadji no mercado -, eu experimentei e vim contar procêis o que achei. Vou falar um tiquinho de cada um:

Hidratação Anti-Nós: Esse foi meu favorito na época em que pintei meu cabelo de azul. Ele tava extra ressecado por conta da química, e como meu cabelo é muito fininho, qualquer movimento brusco me deixava com um ninho de rato na cabeça. Teve um dia que fui simplesmente prender um rabo de cavalo e não consegui soltar o elástico nunca mais, tive que cortar fora com a tesoura, HAHAHAHA. Usei o anti-nós por uma semaninha e já senti que deu uma bela ajuda na hora de pentear o cabelo e deixar os fios mais soltinhos. Também senti que o cabelo ficou bem hidratado, e como intercalei nas outras semanas com outros shampoos, não ficou com a raiz pesada. Esse shampoo tem nos ingredientes raiz de amoreira e uma fusão de óleos nutritivos #eikeorgânico

Pureza Refrescante: Esse já uso há teeeeeempos! Dos shampoos que fazem essa função de diminuir a oleosidade, é com certeza um dos meus favoritos. Antes eu usava um amarelinho – também da Seda – que tinha mais ou menos a mesma proposta, mas sinto que essa fórmula nova tá deixando a raiz sequinha e as pontas muito menos ressecadas. Geralmente uso esse uma ou duas vezes por semana no máximo, já que é um shampoo de limpeza e pode ressecar os fios se usarmos em excesso. O Pureza Refrescante contém chá verde (que tem propriedades anti-oxidantes) e extratos cítricos (que são adstringentes do couro cabeludo). Amo/sou!

 Força Anti-Quebra: Agora que tirei meu cabelo pra lavar, tô investindo nos tratamentos com força total pra ele permanecer sedoso! A proposta desse shampoo é dar força e vitalidade pro seu cabelinho crescer saudável e sem quebra, por isso, é nele que tô investindo nesse momento capilar da minha vida, hahaha. O principal componente do Força Anti-Quebra são as raízes de ginseng! Babados dizem que “o ginseng pode ter um papel importante na recuperação capilar por inibir a enzima 5-alfa-redutase, grande responsável pela conversão de testosterona em diidrotestosterona, sendo este último o hormônio responsável pelo desenvolvimento da atrofia capilar na alopecia androgenética.” Eita Giovana, RU também é cultura!

As embalagens são super lindinhas, né? Gostei muito das três cores juntas (sou ridícula: sim ou claro? hahahaha). E o melhor é que elas duram um teeeeempão! Esses três shampoos aí tão durando pra sempre na minha vida, hehe.

E é isso! Espero que tenham gostado do post :D É publicidade mas a opinião é totalmente sincera, hehe. Beijos com amor pra todos <3