Que atire a primeira pedra a garota que já assistiu Skins e não sentiu nem uma pontinha de vontade de ser igual a Effy! Vamo combinar que, apesar de a personagem ter lá os seus problemas (too much dorgas, depressão, pais desequilibrados, entre outras), ela também tem MUITA atitude. O rostinho de boneca e o cabelo perfeito da atriz Kaya Scodelario contrastou de forma perfeita com as roupas rasgadas e desleixadas que a menina Stonem sempre usava nas cenas de Skins.

Uma das características mais marcantes no visual dela são os mini comprimentos: em geral, vestidos bem soltos e podrinhos usados com meias rasgadas ou arrastão, e as botinhas tipo coturno. Salto jamás! Ela curte sim um look rock glam, mas ela apela pra outras coisas pra dar o efeito glam (que eu vou explicar daqui a pouquinho). Pra usar as roupas da Effy, tem que ter personalidade de Effy também. Não pode ter medo dos olhares, e morar no Brasil é um grande fator de complicação, HAHAHAHA. Imagina só sair na rua sozinha com esses mini vestidos que mostram tudo? É estupro na certa, minha gente. #medos

A make da Effy é assim… tudo ou nada! A pele sempre perfeita, sem qualquer indício de base, corretivo ou qualquer produto pra pele #MeEnsinaPlease! As pintinhas charmosas estão sempre aparentes! A sobrancelha dela é bem grossinha, mas os pêlos são claros, por isso não fica exageradamente marcado. O olho, na maioria dos episódios, tá bem marcado com sombra e lápis preto. Também rolam umas misturinhas lindas com produtinhos que puxam pros tons metálicos! Eu sou apaixonada por essa make azul e preta, mas nunca consegui copiar (mesmo assistindo aos tutoriais, hahaha). Acho que quem tem olhos claros deve pelo menos tentar, já que tem muito mais chances de ficar lindo! Hehehe. A maquiagem e o cabelo desgrenhado-do-rock-porém-perfeito são dois dos artifícios que ela usava pra dar o ar rhyco aos looks dela!

E quando ela não usava o preto marcadão nos olhos, ficava de cara limpa! Hehehe. E a fela da puta continuava linda! É muita sacanagem gente. Eu tenho que ficar 2 horas me arrumando pra não chegar nem perto disso, e ela já acorda sendo maravilhosa, HAHAHA.

Uma coisa que eu acho incrível nela é que mesmo usando vestidos extra curtos, maquiagem pesada e sendo meio piriguete por pegar todos os boys da série, ela não fica vulgar de jeito nenhum! HAHAHA. E isso não tem só a ver com a beleza angelical da Kaya, também tem a ver com a personalidade forte que ela carrega por onde passa, com aquele olhar de “sou melhor que todos vocês e nem sequer preciso dizer isso” ou “nada nem ninguém pode me atingir, beijos”. Na minha opinião, é algo que não dá pra forçar, tem que ser natural. Ou você nasce Effy, ou você vai ter que ser atriz pelo resto da vida (ou pelo menos enquanto você quiser passar essa imagem pros outros, hahaha). Não é só a roupa, nem só a personalidade, e nem só a beleza; é tudo junto!

Outra coisa que a Effy sempre usa pra dar uma encrementada nas roupitchas básicas e destruidinhas e dar aquela pegada de rock glam, é o mix de acessórios! Mas assim, OVERDOSE de acessórios. Muitas pulseiras pretas, prateadas, douradas e/ou brilhantes junto com muitos colares pretos, prateados, dourados e/ou brilhantes, tudo junto e misturado.

A Effy também tinha muitos dias de maquiagem derretida, cabelo bagunçado de propósito e roupas mais molengas e destruídas que seus famosos vestidos molengos e destruídos, hahaha. Aí a solução era colocar uma calça detonada, uma bota mais detonada ainda, pegar uma camisa emprestada de um dos boys e cabô! Esse tipo de look eu sei imitar fácil fácil, o problema é que eu não consigo ficar bonita de jeito nenhum assim, HAHAHAHAHAHA.

Eu, por muito tempo, imitei ao pé da letra os looks que a Effy usava no seriado: vestidinho preto podrinho super curto, coturno, meia arrastão ou preta toda rasgada, muito colares e pulseiras usados ao mesmo tempo, maquiagem super preta e cabelo liso. Usava esse tipo de roupa principalmente pra ir pras minhas baladinhas de rock! Depois de um tempo, fui colocando um pouco mais do meu estilo e personalidade nos looks, e agora me sinto completamente a vontade com as roupas que uso pra sair pra dançar.

Copiar as roupas – literalmente falando – das celebridades que eu gosto, foi provavelmente uma das coisas que mais me ensinou a me vestir bem! Foi copiando que eu aprendi a criar minhas próprias combinações e extrair um pouquinho do estilo de cada pessoa que eu admiro pra formar o meu próprio (que continua indefinido, graças a dios!).

Espero que tenham curtido o post! Mil desculpas pelas fotos de péssima qualidade (foram as únicas que consegui encontrar no Google). Ah sim! Muita gente veio me dizer no Twitter que o blog tá com aviso de vírus, e quero pedir mil desculpas pela inconveniência. Eu nem sabia que isso poderia acontecer – no meu computador nunca acusou nada. Enfim, já mandei resolver! Mas enquanto isso, se aparecer uma página pedindo pra vocês atualizarem o Flash Player quando vocês acessam o blog, não cliquem! Hehehe. E tentem acessar pelo Firefox, o pessoal disse que tem dado menos problema. Beijinhos! <3